Menu

The Blogging of Rhodes 724

minthelium6's blog

Conteúdo Ou Promoção: O Que Funciona Melhor No Facebook?

Como Vencer A Ansiedade Antes E Ao longo do Enem


São Paulo - No Brasil desde novembro de 2011, o LinkedIn teve uma expansão quase viral, é o que diz Milton Beck, diretor geral da empresa pra América Latina. A rede social profissional que começou no país com apenas 6 milhões de usuários se expandiu pra trinta e quatro milhões. “Os primeiro usuários eram pessoas muito envolvidas em tecnologia e profissionais com média gerência. Hoje a rede cobre todo tipo de profissional, desde os adolescentes saindo de escolas técnicas e universidades até CEOs e presidentes de conselhos”, fala o diretor. Funcionário mais antigo da mídia social no Brasil, Milton Beck deu entrevista exclusiva para Diagnóstico para tratar sobre o novo passo da plataforma no povo: o LinkedIn Learning.


A ferramenta prontamente está acessível em 5 idiomas, tem mais de 15 1000 cursos globais e prontamente passa a doar assim como formações online para os usuários brasileiros que quiserem atualizar habilidades e mobilizar suas carreiras. Em primeiro momento, serão oitenta e dois cursos em português. Em um ano, eles esperam disponibilizar 200. Os assuntos e habilidades são variados, no entanto ao concluir um curso, teu certificado ficará no teu perfil.


Com o processo, quem concluir um curso será capaz de compartilhar a vitória no teu feed de notícias, fazer recomendações e ver as aulas que estão em alta entre profissionais da sua área. Há cursos, tais como, para as pessoas que quer dominar o Excel ou PowerPoint. Mas, os assuntos comportamentais dominam: 66 dos oitenta e dois cursos são focados nas chamadas soft skills. Os usuários poderão entender e certificar que possuem um treinamento em temas liderança, resiliência, mentoria, foco, entre algumas.


Vinte e nove Concursos Públicos Oferecem Salários De Até R$dezenove Mil , as empresas começaram a perceber a importância de construir seus funcionários para que trabalhem bem em conjunto e pra um propósito comum. “ ] Ao Contrário Do Bacharel de tecnologia, o profissional faz a diferença e deve continuar se construindo para não ficar ultrapassado”, diz ele. A criação de tema dentro do LinkedIn agora tem crescido com a presença de influenciadores de carreira e uma média de 12 mil artigos escritos por semana. Dessa forma, os cursos bem como contarão com o conhecimento de algumas destas personalidades de destaque da rede. A especialista Flavia Gamonar, tendo como exemplo, dará aulas como usufruir ao máximo os recursos da rede. O processo do Learning funcionará a partir de assinatura ou através da versão Premium.


Alguns conteúdos serão abertos para todos. O curso de Flavia Gamonar é gratuito, todavia a maioria do conteúdos é paga. Check-up: Desde que chegou ao Brasil, como o LinkedIn se transformou? De que jeito tá o crescimento da rede no estado? Milton Beck: Começou em novembro de 2011 e hoje sou o funcionário mais velho. Entramos no Brasil com 6 milhões de usuários. E começamos a explicar a relevância de ter um perfil no LinkedIn, que aquilo não era um currículo. Na data, diretores e CEOs tinham receio de colocar o perfil, visto que parecia que estavam procurando emprego. É bem interessante acompanhar que isso mudou.


  • Três dos descendentes de Pelé tentaram (ou tentam) o futebol
  • Sem precisar continuar mais de 4 horas pela sala de aula
  • 83 dezoito "Romance No Telefone"
  • 232 Guilherme Marconi
  • Educação Financeira para Adolescentes - 15 horas (Clique por aqui pra se inscrever)
  • 3 Ferramentas 3.1 Software de simulação
  • Estude em moradia

Eu argumentava: se o Bill Gates tem um perfil, ele está procurando emprego? E em vista disso a rede evoluiu de uma forma quase viral, com aceitação massiva da plataforma. Desde 2012, temos crescido quase 100 1000 novos usuário semanalmente. A partir de pois, começamos a revelar todos os proveitos que os profissionais poderiam ter ao utilizar o LinkedIn, de poder se mostrar mais, alavancar a carreira, ter conhecimentos extras, fazer teu networking e assim como procurar oportunidades.



O LinkedIn era uma coisa nova, as outras mídias sociais eram voltadas para o entretenimento. Entramos no Brasil, já operamos a América Latina inteira. Diagnóstico: E como mudou a ligação do brasileiro com a plataforma? Milton Beck: No início, os primeiro usuários eram pessoas muito envolvidas em tecnologia e profissionais com média gerência. Quer Firmeza De Um Emprego Público, Todavia Não Entende Que Concurso Fazer? /p>

Se pegar a pirâmide de cargos, estávamos no meio. Expandimos pra apoio e pro topo, hoje a rede cobre todo tipo de profissional, desde os adolescentes saindo de escolas técnicas e universidades até CEOs e presidentes de conselhos. Acho que a seriedade está pela modificação do processo de procurar oportunidades, que estava referente a enviar o currículo e torcer pra ser escolhido.


Isto evoluiu de moda que hoje tentam perceber melhor o que as empresas buscam, conhecer de perto o mercado, ler o tema do feed, fazer networking. Hoje sabemos que 2 terços das pessoas pela plataforma não estão procurando emprego, porém que o perfil virou um cartão de visitas, onde você faz contatos e investe tempo na melhoria da carreira.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.